A importância do crescimento pessoal e profissional

pessoa buscando o seu crescimento pessoal e profissional

Algumas pessoas têm um ótimo currículo e, apesar disso, não conseguem progredir na carreira e concluem que seus investimentos foram em vão. Contudo, na verdade, é provável que seus investimentos tenham sido insuficientes. O que muitos não consideram nesse tipo de situação é que o crescimento pessoal e profissional estão articulados.

Vivemos em um contexto no qual tanto as habilidades técnicas, quanto as pessoais, são demandadas aos profissionais. A razão é que, para além de estar preparado para lidar com os recursos tecnológicos e metodológicos do trabalho, existe a necessidade em também saber lidar com pessoas, sejam outros profissionais ou com o público.

Já não existe nenhuma profissão que não demande habilidade no tratamento com as pessoas em algum nível. Esse aspecto humano é fundamental para a produtividade das equipes e para garantir bons resultados às empresas ou instituições. Portanto, o profissional que deseja ser bem-sucedido precisa investir no crescimento pessoal e profissional de maneira equilibrada.

Além de ter bons reflexos na carreira, essa perspectiva também traz benefícios para a vida das pessoas que a tomam como norte. A seguir vamos esclarecer sobre o assunto e oferecer algumas dicas. Confira!

Crescimento pessoal e profissional: entenda o que eles são!

Ter uma boa remuneração, sentir-se satisfeito no ambiente de trabalho, alcançar as posições almejadas: é isso que é crescimento profissional? Diríamos que essas questões se tratam mais de consequências dele. Mas, afinal, o que é crescimento profissional?

O crescimento profissional tem mais a ver com uma atitude da pessoa em relação à sua carreira. Consiste no investimento constante em atualização e desenvolvimento de habilidades, assim como vigília quanto às próprias posturas em suas interações no ambiente de trabalho.

É por essa razão que não há como separar crescimento pessoal e profissional. Se por um lado é preciso investir em habilidades técnicas relacionadas diretamente à área de atuação, por outro, elas são insuficientes para que um profissional exerça bem a sua função.

Aspectos como saúde física e psicológica, equilíbrio emocional, comportamentos assertivos, dentre outros, são diferenciais indispensáveis para que qualquer função seja realizada com excelência. Portanto, embora sejam considerados aspectos de crescimento pessoal, são relevantes também para o crescimento profissional.

A seguir vamos esclarecer melhor essa relação.

A relação entre crescimento pessoal e profissional

Já sinalizamos a razão pela qual crescimento pessoal e profissional se relacionam. Entretanto, é possível tornar essa articulação ainda mais clara. Entender sobre essa relação é fundamental para que os profissionais invistam certo em suas vidas e carreiras, alcançando resultados visíveis.

O que torna a relação entre crescimento pessoal e profissional indispensável aos profissionais nos dias de hoje é a transformação da cultura na maioria das empresas e instituições.

Tornou-se conhecimento comum que um profissional, por mais especializado, experiente e hábil que seja com os aspectos técnicos, se não sabe trabalhar em equipe, é grosseiro com os colegas, pouco proativo ou engajado no que faz, acaba por prejudicar o andamento das atividades.

Uma vez que o trabalho em equipe é uma premissa para que qualquer setor tenha sucesso, tornou-se um requisito profissional a habilidade em colaborar com outras pessoas. Isso também se reflete no trato com o público, que tem reafirmado seu valor para qualquer área.

Sendo assim, as chamadas soft skills se tornaram competências indispensáveis para o crescimento profissional. Todavia, não são habilidades desenvolvidas a partir dos mesmos métodos que os conhecimentos técnicos e científicos. Elas demandam a dedicação constante da pessoa nos variados contextos e a conjugação de investimentos específicos para o seu desenvolvimento.

Isto é, conquista-se esse tipo de habilidade, a partir do próprio cotidiano, nos ambientes de aprendizado profissional técnico, mas também a partir de ações específicas, como treinamentos, capacitações, coaching, acompanhamento psicológico e afins.

A importância da articulação entre crescimento pessoal e profissional

São vários os motivos que reafirmam a importância em equilibrar o crescimento pessoal e profissional. Habilidades como criatividade, liderança, boa comunicação, iniciativa, empatia e resiliência são aspectos comportamentais aprendidos e desenvolvidos cotidianamente que exercem impacto na vida profissional.

Por essa razão, as empresas e instituições têm preferido profissionais que apresentam essas características, inclusive porque elas são mais difíceis de desenvolver do que aquilo que diz respeito ao conhecimento técnico.

Nesse contexto, para contratação, promoção e situações do gênero, em uma situação na qual se têm profissionais com experiências e formações parecidas, as empresas optam sempre por aquele que abarca uma gama mais ampla e profunda de competências humanas. Além disso, profissionais que investem no crescimento pessoal se manifestam como pessoas mais satisfeitas, motivadas e maduras.

Sendo assim, apresentam maior estabilidade no exercício da profissão, tolerância para lidar com problemas e pressão, agilidade na tomada de decisão, dentre outras qualidades importantes para qualquer cargo, mas, principalmente, para os de maior responsabilidade.

Como alcançar o crescimento pessoal e profissional?

Equilibrar esses aspectos é importante, mas como fazer isso se as competências pessoais são mais complexas? Bom, em primeiro lugar, é preciso mudar a perspectiva sobre o modo de lidar com as oportunidades da vida.

Por exemplo, se você ingressa em um curso de pós-graduação, seu foco não será mais apenas em conhecimentos técnicos, mas também em aprender com o contexto, a partir da interação com colegas, professores e com a instituição.

Algumas dicas pontuais para tornar qualquer situação um contexto de aprendizado para o crescimento pessoal e profissional são:

  • Buscar autoconhecimento, de modo a compreender seus pontos fortes e a desenvolver;
  • Construir um planejamento, a partir da análise de sua situação atual, compreendendo seus objetivos e metas necessárias para alcançá-lo;
  • Investir em si, por exemplo, cuidando da saúde, permitindo-se ter momentos de lazer, realizando cursos que contribuam para a sua carreira e desenvolvimento pessoal;
  • Fortalecer sua rede de contatos, permitindo-se aprender com as pessoas, disponibilizando-se para oferecer e escutar feedbacks construtivos.

Essas são apenas algumas dicas pontuais, mas existe uma série de atitudes simples que podem contribuir significativamente para o crescimento pessoal e profissional. Atividades que você já realiza, como assistir filmes, séries e ler livros são auxiliares poderosos nesse sentido. Basta que você se envolva mais profundamente com esses recursos, questionando o que pode aprender com eles, o que de você se reflete e como podem ser projetados para o contexto real.

O que mais você acredita que pode contribuir com o crescimento pessoal e profissional? Compartilhe sua opinião nos comentários!

Inscreva-se em nosso blog

Informe o seu primeiro nome e o seu melhor e-mail para cadastrar-se em nossa newsletter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X