As 7 principais exigências do mercado de trabalho atual

pessoa trabalhando com as exigências do mercado de trabalho atual

A inserção ou recolocação profissional tem sido particularmente desafiadora nos últimos anos, e a manutenção da carreira também não fica para trás. Os motivos são diversos, incluindo desde a crise financeira até as transformações constantes no mercado de trabalho atual.

Em qualquer um dos casos, é necessário que os profissionais fiquem atentos ao que se espera deles. As pessoas que se contentam com as velhas formas de trabalhar e não buscam por mudanças, acabarão sem espaço no universo produtivo. No máximo, podem conseguir posições pouco atrativas.

Entretanto, profissionais versáteis, flexíveis e que tenham uma bagagem rica, não só serão disputados, como alcançarão as melhores colocações. Uma ação básica para ser esse profissional é conhecer e almejar as principais exigências do mercado de trabalho atual. A seguir vamos falar mais sobre o assunto!

Antes de tudo, a mudança no mercado de trabalho atual é uma constante!

Antes de falar das exigências mais recorrentes no mercado de trabalho atual, é preciso alertar sobre um ponto importante. A transformação no contexto em que estamos vivendo ocorre com uma agilidade sem precedentes.

Portanto, quem já pensou algum dia que poderia ter uma carreira tranquila, estável, mantendo as mesmas qualificações, trabalhando por anos e se aposentando na mesma empresa sabe, ou ao menos deveria saber, o quanto isso é improvável nos dias de hoje.

O profissional que deseja atender às demandas do mercado de trabalho atual precisa ter consciência dessa mutabilidade e acompanhá-la. Isso quer dizer que, se nesse momento você passar a conhecer e investir nas exigências desse mercado, não poderá parar por aqui!

Será necessário se atentar às mudanças no mercado de tempos em tempos e manter-se sempre em movimento. Além disso, vamos falar de algumas exigências básicas, mas é sempre importante lembrar que profissões específicas podem conter outras demandas fundamentais, além de valorizar mais ou menos determinados atributos.

1. Atualização

A atualização é uma dupla exigência do mercado de trabalho atual. Primeiramente, espera-se que a pessoa busque se informar sobre os acontecimentos e mudanças gerais, o que inclui desde o acompanhamento de notícias, até o aprendizado de novas tecnologias fundamentais. Paralelamente, é obrigatório que o profissional também esteja afiado com as novidades no que diz respeito à sua área, em alguns casos, tanto em termos teóricos como técnicos.

2. Familiaridade com a tecnologia

Você não precisa ser um especialista em tecnologia se esta não for sua área. Entretanto, nos dias atuais, é imperdoável não dominar as ferramentas tecnológicas que se tornaram cotidianas e, consequentemente, são utilizadas como meio de trabalho.

Além disso, algumas áreas podem exigir certos conhecimentos mais aprofundados, quando utilizam tecnologias específicas para a sua realização, como no caso dos equipamentos de saúde, que cada vez mais substituem o analógico pelo digital.

Essa é uma das exigências mais importantes do mercado de trabalho atual. É preciso ter em mente que quem souber o básico pode conseguir uma colocação, mas quem se aprofundar mais um pouco nesse aspecto, certamente, irá se diferenciar.

3. Flexibilidade

Já enfatizamos sobre o quanto a mudança é uma constante no mercado de trabalho atual. Consequentemente, uma das exigências aos profissionais é que sejam verdadeiramente flexíveis.

Isso quer dizer mais do que ter tolerância para lidar com as transformações, mas portar-se ativamente diante dos contextos que demandam adaptação. Propor melhorias assertivas, a partir de um olhar atento, quando as coisas estão se movimentando é um exemplo dessa postura.

4. Comunicação assertiva

Quando falamos em boa comunicação, muitos profissionais confundem isso com ser extrovertido e conversar com todas as pessoas. De fato, um profissional interativo pode ser bem-vindo, desde que isso não prejudique o andamento das atividades. Contudo, ter uma boa comunicação não se limita a isso.

Por essa razão, o termo “comunicação assertiva” define melhor essa exigência do mercado de trabalho atual. Trata-se de conseguir transmitir mensagens com clareza e objetividade, com o cuidado em manter a educação e a prestatividade, principalmente, no contato com o cliente.

Em situações mais complexas, pode-se incluir a habilidade em criar métodos comunicativos, a partir das ferramentas disponíveis que agilizem o processo e evite ruídos, dentre outras necessidades relacionadas à comunicação que cada contexto pode demandar.

5. Criatividade

A criatividade é uma habilidade fundamental em um cenário de mudanças constantes. Ela é a fonte para a criação de alternativas para lidar com desafios e problemas, otimizar resultados, dentre outras questões.

Mesmo as áreas mais objetivas se beneficiam de um profissional criativo, portanto, essa é uma exigência do mercado de trabalho atual que atravessa qualquer área. A valorização desse atributo se dá, também, por proporcionar um olhar diferenciado sobre as coisas, mesmo as mais corriqueiras.

A partir dessa perspectiva, os profissionais criativos podem trazer diferenciais às empresas e instituições. Fora isso, essa qualidade reforça a flexibilidade e resiliência dos que a cultivam diante das mudanças e momentos desafiadores.

6. Multifuncionalidade

No mercado de trabalho atual, um cargo pode envolver uma série de atividades que, antes, iriam compreender mais profissionais trabalhando. Além disso, os processos de trabalho exigem, cada vez mais, a competência do profissional em ter uma visão do todo.

Resumidamente a multifuncionalidade sinaliza que não haverá espaço para que o profissional atue isoladamente e tampouco dependa que outro profissional solucione uma necessidade para a continuação da sua atividade.

Uma visão colaborativa exige que o colaborador entenda todo o mecanismo da instituição, mesmo aquilo que parece ter pouca relação com a sua atividade. Afinal, tudo contribui para a atividade final da empresa e, a partir dessa consciência, qualquer tarefa é melhor executada.

7. Formação expandida

A especialidade continua a ter importância. Entretanto, já é de conhecimento no mercado de trabalho atual que o excesso de especialização é pouco funcional. Diante disso, tem-se buscado profissionais mais versáteis. Para ter uma formação expandida que brilhe aos olhos do mercado, todavia, deve-se ter atenção às áreas relacionadas.

Por exemplo, uma pessoa que atua na área da educação, seja qual for o cargo ou formação inicial, se beneficiará em buscar formações em educação especial. Aqui também se incluem os cursos voltados para as novas tecnologias.

Essas são algumas das principais exigências do mercado de trabalho atual. Porém, existem outras as quais se deve ficar atento. Além das demandas específicas da área do profissional, a inteligência emocional, que inclui algumas das qualidades que listamos, é um tema interessante para quem está buscando se aprimorar.

Para saber mais sobre esse e outros assuntos, acompanhe a Faculdade Famart nas redes sociais!

Inscreva-se em nosso blog

Informe o seu primeiro nome e o seu melhor e-mail para cadastrar-se em nossa newsletter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X