Como posso prevenir o Burnout? 

Você precisa ter em mente que não vai conseguir abraçar o mundo todo ao mesmo tempo, seja em sua vida particular, seja no trabalho, e isso é perfeitamente normal. Não se cobre tanto. Se necessário, delegue algumas tarefas ou peça um tempo   extra para executá-las. Mantenha o foco no que precisa ser feito, e não se martirize se algo der errado.

Claro que é preciso ser responsável com o trabalho, mas isso não deve justificar sobrecarga, pois para trabalhar bem também é preciso de saúde. É importante lembrar que estresse e nervosismo, além de reduzirem sua produtividade, vão colocar sua saúde em risco.

Portanto, reduza suas chances de desenvolver doenças mentais graves, como Síndrome de Burnout, depressão, ansiedade e crises de pânico, além de outros tipos de doenças, como as gastrointestinais e de coração.

Algumas Dicas para prevenção de Burnout:

– Quando não estiver no trabalho, participe de atividades que lhe proporcionem prazer junto aos familiares e amigos.

-Fuja da rotina diária. Participe de atividades que lhe proporcionem prazer
A rotina cansa e desgasta o ser humano, por isso faça atividades diferentes: vá a um restaurante novo, passeie por lugares que você gosta ou conheça novos lugares. Seja sozinho, seja acompanhado, com ou sem dinheiro, busque atividades que lhe proporcionem prazer e sejam diferentes do que você faz diariamente.

– Defina pequenas metas para sua vida profissional e pessoal, mas se lembre de não exagerar nos objetivos, porque, caso isso aconteça, o efeito pode ser o contrário, pois você estará aumentando sua autocobrança.

– Evite estar com pessoas negativas, que falam mal do trabalho e de outras pessoas. Tente manter o pensamento positivo. Se não conseguir pensar positivo, ao menos tente diminuir as ideias negativas.

– Converse sobre seus sentimentos. Você pode desabafar com um amigo próximo ou procurar ajuda especializada através de psicólogos e terapeutas.

– Não abuse de álcool, tabaco ou outras drogas ilícitas, pois elas aumentam a confusão mental e fazem parecer que tudo está muito pior do que realmente está.

– Faça atividades físicas regulares ao menos 30 minutos por dia. Pode ser academia, corrida, natação, remo, enfim, busque a que mais gosta e mantenha-se em movimento.

– A meditação é uma excelente técnica para deixar a pessoa mais calma,além disso aumenta o bem-estar físico e emocional. E o melhor: ela pode ser praticada em qualquer lugar, em qualquer horário.

– Descanse de verdade. Deite e procure dormir por pelo menos 8 horas para descansar o corpo e mente. Assim você recupera as energias para iniciar uma nova jornada.

– Nunca se automedique. Se você quer diminuir o estresse ou precisa dormir melhor, busque uma opinião médica. A automedicação pode piorar muito mais o seu estado clínico.

Lembre-se de que o importante é diminuir o estresse e tentar mudar os hábitos no ambiente de trabalho, pode ser praticando meditação, frequentando a psicoterapia ou tomando medicamentos. Essas tarefas requerem atitudes e prática constante, e elas precisam ser executadas em prol de sua saúde e qualidade de vida.

A Síndrome de Burnout é muito perigosa, principalmente devido a outras doenças mentais que pode desencadear. Esperamos que a leitura deste texto tenha ajudado você a conhecer um pouco melhor a doença, seus sintomas, meios de prevenção, seu diagnóstico e suas formas de tratamento.

Para acompanhar outros conteúdos como este, inscreva-se na nossa newsletter. Assim, poderemos avisar por e-mail sobre as atualizações do blog.